terça-feira, 2 de dezembro de 2008

E que venham... Férias.

Depois deste post deprimente chamado 'Indefinido', chega de depressão. Reta final de aulas, reta final de ano. Quero poder aproveitar muito neste período chamado carinhosamente de "Férias". Bem, espero muito, e espero pouco. Assim, não quero esperar muito para que não haja decepção, mas em compensação a esperança de que esse período seja espetacularmente divertido sempre fica. Espero ver as pessoas muitas vezes, poder rir, ver filmes, ouvir música, fazer lual improvisado em praças do interior, cantar, abraçar e fazer coisas boas, muito boas. :)
Aaah, pensei em um monte de coisas para escrever aqui, e acabei escrevendo essas coisas inúteis, quem quer saber disso? E daí?!
Já escrevi contos, mas outro dia eu posto.
Boa Noite.

3 comentários:

Lisbelisa. disse...

Desde quando é inútil: "Espero ver as pessoas muitas vezes, poder rir, ver filmes, ouvir música, fazer lual improvisado em praças do interior, cantar, abraçar e fazer coisas boas, muito boas."?
Desde nunca. E nunca será. Para mim, não. E se você as quer, também não é. Logo, não nos importaremos com visões inúteis alheias para com coisas tão boas.Se é que haverão. Tenho certeza de que não.
O post passado demonstrou certa sensação de inutilidade.Vejo nesse post que essa é uma etapa quase passada.Fico muito feliz por isso.
Espero que ao voltar das férias, você tenha a certeza de muitas coisas. Traga consigo carinho, beijos e abraços eternizados.
Férias, férias, férias. Venham! Virão e serão maravilhosas e significativas. Nós merecemos,sim.

Lisbelisa ansiosa para ler seu conto.Beijos!

Mateus Orio disse...

Espero também poder fazer tudo isso com você!

Ana Clara disse...

Carinhosamente mesmo. E minhas férias começaram com a presença de vcês, acho que não poderia ter começado melhor. Vamos fazer isso tudo juntas, eu espero. :)