sexta-feira, 12 de junho de 2009

Dedicado.

"O amor é alegre e você vive pesando duzentos quilos de grilos e de medo, ponha a saia mais leve, aquela de chita, e passeie de mãos dadas com o ar. Enfeite-se com margaridas e ternuras, e escove a alma com leves fricções de esperança. De alma escovada, e coração estouvado, saia do quintal de si mesmo e descubra o próprio jardim. Acorde com gosto de caqui e sorria lírios para quem passe debaixo da janela. "
(Arthur da Távola)


Hoje, especialmente para a Ana Clara.
bom dia!

5 comentários:

Ana Clara disse...

aaah, esse trecho desse texto é lindo! :D vc que falava que não aguentava mais postou ele pra mim, ieuheiuhe, bonitinha! :*
obrigada, záza!

' mel disse...

eu achei tão legal, simples e bonito!

camiLa disse...

cliindo *_*

blog do tales disse...

claro que era pra vc tambem isa cris!! total gay essa parada de dedicar
mais eh legal

Mateus Orio disse...

Já li isso algumas vezes